NRF 2020

Nérus na NRF 2020 (New York) – 2º Dia

Nérus na NRF 2020 (New York) – 2º Dia 600 350 Cléber Piçarro

Olá, pessoal.

Bom, agora sim está mais parecido com NY: começamos o dia com 4º. Depois esquentou um pouco mas já está bem mais “coerente”. Outro ponto coerente apesar de negativo. Evento estava lotado. Acho que 37.000 é pouco para a quantidade de participantes. Em determinados momentos engarrafamento nas palestras e até falta de comida e talheres na hora do almoço. Chega de papo.

Vamos começar  o dia…

Assistimos, em conjunto, cerca de 10 palestras hoje e também visitamos alguns estandes, o que descreveremos no nosso último post. Entre as palestras destacamos: 

  1. Preço, estratégias e agilidade: como prosperar em um ambiente multi-canais (on-line e off-line) de varejo (Price, strategies and agility: Thriving in a multi-channel retail environment – Bed Bath & Beyond, Leroy Merlin Brasil e Revionics).
  2. Experiências proporcionadas pela tecnologia (Experiences enabled by tech – Singularity University & IKEA Group)
  3. Unindo a experiência on-line e off-line nos momentos que importam (Merging the online and in-store experience in the moments that matter – Wayfair & Aerospike)

De novo foi um dia bem cheio. Segue nossa visão bem resumida delas:

Na primeira palestra (a) Bed, Bath e Beyond, uma rede de cama, mesa, banho e decoração com mais de 1.000 e o Leroy Merlin (onde Leonardo Cyreno, diretor de pricing, representou o Brasil muito bem) explicaram suas estratégias de integração. O ponto alto foi precificação. Todos foram unânimes em afirmar que precificação é algo que se faz com tecnologia mas também com arte (sensibilidade das pessoas/compradores). É necessário usar tudo que se tem a disposição em termos de estatística (inteligência artificial da Ravionics) e pesquisa mas também manter a sensibilidade para as questões de mercado. Também destacaram que o mundo On-line e Off-line estão cada vez mais integrados e isso é um grande desafio. É necessário ainda, em especial no Brasil, trabalhar com preços diferentes das lojas e dos sites por questões fiscais e logísticas. Por outro lado destacam que é possível trabalhar com estratégias envolvendo programas de fidelidade e cupons para contornar as diferenças em especial para os clientes mais importantes.

Na palestra da IKEA (b), grupo sueco com 370 de loja de móveis e decoração que atua em mais de 30 países) explicou o uso de estratégias e tecnologias para garantir que seus colaboradores estejam atentos e completem a missão de “encantar” o consumidor nos momentos corretos. Explicou o uso de aplicativos para monitorar e viabilizar o gerenciamento das pessoas em tempo real, em especial na loja e no depósito. Para eles é chave garantir que as pessoas  estejam atentas ao atendimento do consumidor tanto na venda quanto na entrega, além de outros pontos. Contudo, destacou muito o desafio de manter pessoas motivadas e atentas ao mesmo tempo. Trata-se de um processo envolvendo muita gestão de conhecimento e gerenciamento de RH. Gente é sempre o grande desafio. Muita tecnologia sem cuidado com as pessoas não trará o resultado esperado. Entre suas ferramentas, destaca o uso de “quadrinhos” para se comunicar com os diferentes níveis da organização com o qual oferece detalhes e contexto de forma “lúdica”. Vejam as fotos.

Para variar, o melhor veio por último. Conhecemos a Wayfair (wayfair.com). A Wayfair (ex-CSN) é uma “tradicional” empresa de e-commerce totalmente dedicada a varejo de móveis e decoração. Em 2019 a Wayfair faturou 8 bilhões de dólares. Isso, 8 bi. Ela foi fundada em 2002 e tem mais de 14 milhões de itens em catálogo e 11.000 fornecedores globais. Ponto chave da palestra: eles possuem 200 (duzentos) cientista de dados. De acordo com executivo da empresa  (Ken Bakunas) seu grande diferencial é a capacidade de encontrar com grande precisão os produtos que o cliente precisa ou deve comprar. A Wayfair está fazendo o caminho inverso: nasceu como um varejista puramente on-line (pure play) e está abrindo sua primeira loja física. A ideia, para ser analisada, é oferecer uma maior proximidade com os cliente que querem discutir os projetos ou produtos que deseja comprar. Compensa ver onde está empresa vai chegar.

Bom, é isso aí. Mais um dia bem produtivo para entender as tendências do mercado americano e mundial (Ikea é sueca, lembre-se). Ao final desta série, iremos produzir um artigo consolidado. Além disso, Alberto Serrentino, CEO da Varese e palestrante da NRF, estará fazendo a mesma palestra que fez na NRF no dia 26/03 no Infovarejo 2020. Não perca nossos próximos artigos e não deixe de se inscrever no Infovarejo 2020 (www.infovarejo.com.br).

Amanhã tem mais, quando encerraremos nossa participação na NRF 2020.

Links:

NRF (https://nrfbigshow.nrf.com/)
Varese (https://www.linkedin.com/in/alberto-serrentino-4588691/?originalSubdomain=br)
Infovarejo (https://www.infovarejo.com.br/)
Runtherunway (https://www.renttherunway.com/)
Enjoy (https://www.enjoy.com.br/)
Microsoft

Este artigo foi escrito por: Cleber Piçarro.

Compartilhe