principais marketplaces do brasil

Principais marketplaces do Brasil: 14 líderes de mercado

Principais marketplaces do Brasil: 14 líderes de mercado 1360 765 Higor Brion

Se você está lendo este Blog, é porque deseja saber quais são os principais marketplaces do Brasil. E isso faz todo o sentido, já que para começar a lucrar com a venda em grandes redes varejistas é necessário conhecer as opções disponíveis. 

Listamos abaixo os principais marketplaces brasileiros, ou que tenham atividades em território nacional.

Ainda tem dúvidas sobre esse modelo de vendas online? Acesse nosso artigo; O que é marketplace e como funciona? Vantagens, como e porque entrar nessa!”. 

Principais Marketplaces do Brasil

1. Mercado Livre 

O Mercado Livre é o maior marketplace do Brasil, por isso a quantidade de consumidores que passam por lá todo dia é imensa.

Em março de 2019 a plataforma alcançou os US$ 3,1 bilhões em vendas.

Sozinho, levaria anos para você alcançar essa audiência em uma loja virtual. Sem falar do volume de investimento financeiro que você precisaria fazer!

2. Amazon 

A chegada da gigante americana Amazon no Brasil é uma excelente notícia para pequenos e médios empreendedores.

Mesmo com pouco tempo em território nacional já é um dos principais marketplaces do Brasil sendo um player importante para os lojistas.

A Amazon conta com 16 categorias disponíveis para venda. 

3. B2W (3 sites)

A B2W é o marketplace que permite a venda de produtos dentro dos sites:

  • Americanas.com
  • Shoptime
  • Submarino

Uma grande vantagem é que, por serem 3 sites diferentes, eles abrangem 3 tipos de público-alvos diferentes.

Oportunidade é o que não falta para aumentar as vendas no varejo!

O Submarino tem um público mais jovem, ligado em tecnologia e disposto a investir um ticket médio maior em produtos diferentes.

O Shoptime é ótimo para posicionar itens para a casa, focados em atender um público majoritariamente feminino.

Já a Americanas.com permite que você foque especialmente em itens com venda mais abrangente, que podem impactar todos os clientes da loja mais querida do país.

4. Magazine Luiza

A Magalu abriu as portas para o mercado digital e está se saindo muito bem desde então.

Ela possui mais de 900 lojas e está presente em pelo menos 16 estados brasileiros.

Atualmente, existem restrições de produtos e todas as pessoas que se inscrevem precisam receber aprovação da Magalu para poder vender. Mesmo assim, é sem dúvida um dos maiores marketplaces brasileiros do mercado!

5. Netshoes (2 sites)

A Netshoes, desde 2012, é a queridinha de venda online de material esportivo. Ela vem se consolidando no mercado e tem um faturamento anual acima de 1 bilhão de reais.

Mas, por graves erros de gestão, a empresa começou a acumular cada vez mais dívidas. A empresa não focou em estratégias de lucro e se encontrou em uma situação na qual a única saída foi ser vendida para outra gigante.

Quem levou o bilhete premiado foi a Magazine Luiza. Com uma oferta de 3,70 dólares por ação, a Magalu comprou a Netshoes por 115 milhões de dólares sendo detentora dos sites:

  • Netshoes.com.br
  • Zattini.com.br

6. Via Varejo (4 sites)

O grupo Via Varejo, antes conhecido como Cnova, é a responsável pelos seguintes sites:

Juntos eles recebem mais de 25 milhões de acessos únicos mensais com 1 milhão de pedidos registrados e 1,4 milhões de vendas, colocando a empresa entre os principais marketplaces do Brasil.

7. Mobly 

A Mobly atua desde 2011 no e-commerce brasileiro dentro dos segmentos de móveis, artigos de decoração e itens para a casa.

A empresa faz parte do grupo Rocket Internet, que também tem participação no grupo GFG.

8. MadeiraMadeira

O mercado de marketplace no Brasil é muito abrangente e oferece muitas possibilidades de segmentação de público.

O MadeiraMadeira é um marketplace do segmento de Casa e Decoração, porém muito mais amplo do que isso. Lá você encontra e pode vender:

  • móveis;
  • pisos;
  • iluminação;
  • artigos para cozinha e banheiro;
  • eletrodomésticos e eletroportáteis;
  • cama, mesa e banho;
  • jardim, lazer e ferramentas.

9. ShopFácil

O marketplace ShopFácil é o canal de vendas do grupo Bradesco e também permite que lojistas parceiros vendam seus produtos em diversas categorias.

10. GFG (3 sites) 

O grupo Global Fashion Group (GFG) é o controlador dos e-commerces:

Os três sites também são marketplaces, permitindo a qualquer lojista anunciar nestes canais de venda.

11. Carrefour

O grupo Carrefour possui mais de 100 milhões de consumidores na Europa, Ásia e América Latina e também opera no regime de marketplace no Brasil.

A operação de e-commerce foi reativada em meados de 2016.

12. Cissa Magazine

A Cissa Magazine é um e-commerce que atua desde 2010 e seu marketplace tem como foco, produtos eletrônicos.

13. Centauro

A Centauro, conhecida pela rede de lojas físicas focada em esportes, também faz parte da lista de principais marketplaces do Brasil.

Sozinho o site possui 10 milhões de acessos únicos por mês e mais de 5 milhões de seguidores nas redes sociais.

14. Elo7

Se você gosta de trabalhar com produtos criativos, artesanatos, bijuteria, moda artigos decorativos e muito mais, o Elo7 é o marketplace brasileiro ideal para você.

Por mais que ele não seja uma gigante como os outros marketplaces do Brasil, vale a pena destacá-lo porque seu crescimento tem sido rápido.

Como começar a vender nos principais marketplaces do Brasil?

Se você já tem ou não tem um ecommerce, vender em marketplace é algo que você deve considerar.

Os maiores marketplaces do Brasil possuem milhões de acessos de consumidores com o objetivo de realizar uma compra. Essa compra pode ser do seu produto.

Para o seu negócio, além de mais clientes, vender nos principais marketplaces do Brasil representa menos investimento em marketing e em infraestrutura, e mais foco na entrega e na qualidade do produto.

Entretanto, integrar loja virtual, loja física e marketplace é fundamental.

O Nérus O2 é uma plataforma de integração omnichannel que funciona como hub de integração de marketplace, hub de e-commerce e integrador de ERP que permite lojas físicas se tornarem lojas virtuais integradas ao maiores marketplaces do brasil, sem trocar de software de gestão para varejo ou plataforma de e-commerce.

Gerencie seu estoque físico e virtual de forma integrada e suas vendas omnichannel de forma centralizada.

Assim, você digitaliza seu varejo, reduz custos operacionais e aumenta seu faturamento de forma prática e segura!

→ Conheça o Nérus O2 ←

Para mais informações, preencha o formulário abaixo e receba uma avaliação gratuita dos nossos especialistas!

Leia também: 5 dicas de gestão para e-commerce varejista

Leia também: Por que investir em Marketing de Conteúdo para sua loja virtual?

Leia também: Como a Internet das Coisas pode influenciar no e-commerce

Leia também: A importância do Marketing de Relacionamento para e-commerce

Compartilhe

Higor Brion

Higor Brion é Coordenador de Marketing na Nérus

Todo o conteúdo de Higor Brion