como abrir uma filial

6 dicas práticas de como abrir uma filial com segurança: tudo que você precisa saber!

6 dicas práticas de como abrir uma filial com segurança: tudo que você precisa saber! 608 608 Cléber Piçarro

como abrir uma filia

 

O momento de crescer e expandir os negócios é um momento único na vida de um empreendedor.

Significa que o empreendimento está fazendo sucesso e que é possível ampliar sua área de atuação, aumentar a participação no mercado (market share), potencializar as vendas e maximizar os resultados.

Mas para que tudo dê certo, um pouco de cautela e planejamento não fazem mal, não é mesmo? Por isso, trouxe para você algumas dicas práticas — e essenciais — para quem quer descobrir como abrir uma filial com segurança!

Continue acompanhando e confira!

Leia também: A sua rede de lojas está preparada para as vendas na Black Friday?

6 dicas de como abrir uma filial

Não sabe como montar um filial? Se você tem dúvidas de como fazer a abertura da filial da empresa, estas dicas serão bastante úteis para você.

Descubra, agora, o que precisa para abrir uma filial:

1- Não abra mão do plano de negócios

O planejamento é fundamental. Não como abrir uma filial com segurança sem ele.

Mesmo com a experiência acumulada com a matriz, lembre-se que a filial não terá a mesma estrutura e que a maioria dos departamentos ficará na matriz. Portanto, repense todo a operação levando essa mudança em consideração.

Além disso, o mercado pode ter mudado, a região de instalação da filial pode ser diferente, assim como o perfil do consumidor também.

Sendo assim, monte um plano de negócios completo e tenha a certeza de que esse é o momento exato de ampliar os horizontes do seu varejo.

Pensar de forma geral sobre o negócio (existe vários modelos como Porter, Canvas, etc.) é importante, mas também é preciso fazer as contas!

Existem também diversas abordagens para isso mas em resumo seria o seguinte:

  • Pense na estratégia (Região, Produto, Cliente, Concorrentes, etc.)
  • Faça as Contas (Receitas, Despesas, Resultados, etc.)
  • Voltar ao começo até chegar no número que você persegue!

Outro detalhe importante de como abrir uma filial está ligado às contas: parece muito mais difícil do que realmente é!

Pegue alguém que conheça um pouco de planilhas (Excel, Google Spreadsheet, Open Office, qualquer uma) e faça as contas.

É muito mais um exercício de memória do que tecnologia. Lembre-se que para fazer estas contas é preciso pensar na empresa mês a mês. Diversos modelos também estão disponíveis na internet.

Confira este vídeo da Siteware que mostra como usar o modelo canvas:

2- Contratar ou treinar um novo gerente?

Uma filial exige atenção redobrada nos primeiros meses de operação, já que você precisa deixar tudo funcionando perfeitamente, como na matriz.

Você pode optar por um substituto temporário na matriz, enquanto você está focado na filial. Ou ainda destinar um gerente para a filial de imediato. Mas o que é melhor: contratar alguém de fora ou treinar um funcionário da matriz para assumir essa responsabilidade?

Verifique entre os funcionários da matriz se há alguém que possa assumir a função de gerente na filial. Se a resposta for positiva, converse com o candidato, promova treinamentos e mantenha-o a seu lado por algum tempo na matriz.

Ensine o caminho das pedras. Mas muito cuidado para não vestir um santo e desvestir outro. Se essa pessoa é importante para a matriz, esqueça!

Será melhor ir ao mercado e buscar alguém experiente, que possa assumir o cargo rapidamente e dar conta de tudo.

3- Defina processos para não perder tempo

Com processos bem definidos você tem mais chance de ter sucesso com a sua filial (já falamos um pouco sobre processos aqui).

Os processos auxiliam os novos funcionários a se adaptarem à rotina com maior facilidade e permitem um controle mais rígido sobre os resultados do negócio.

Além disso, a alta rotatividade do setor não impacta tão fortemente na sua operação quando você pode treinar novos funcionários com maior rapidez. Mas se a alta rotatividade permanecer, é preciso entender os motivos.

Leia também: Como diminuir a rotatividade nas empresas: entenda os motivos e descubra o que fazer

Na maioria das vezes se pensa em algo complexo sobre “como definir processos“. Mais uma vez, isso é muito mais simples do que parece!

Abra um documento no computador, sente com as pessoas na matriz que tem as mesmas funções que existirão na filial e pergunte a elas: “O que você faz durante uma semana ou durante o mês”?

Dê uma semana para coletar todas as informações. Ao final, você terá um “quase perfeito” levantamento de processos.

A partir daí, basta organizar por prioridade e explicar “um pouco melhor” cada atividade. Normalmente um processo tem “informações ou produtos que precisam entrar” (entradas), ações que precisam ser feitas (atividades) e produtos ou informações que  serão entregues (Saída).

Se conseguir fazer isso nesse formato, parabéns! Está quase virando um consultor empresarial! Caso contrário, apenas anotando organizadamente tudo que está sendo feito, acho que já terá informação mais que suficiente para organizar sua filial.

Este infográfico mostra como criar processos usando a técnica de streamline workflow, confira:

como abrir uma filial

Fonte: HEFLO

4- Verifique a capacidade dos seus fornecedores

Será que os seus fornecedores possuem produção suficiente para abastecer suas duas lojas? Não tem como abrir uma filial sem verificar isso antes!

Converse com seus fornecedores, fale da sua pretensão e procure estabelecer acordos rentáveis para ambos.

Compras maiores podem significar redução de preços e vantagem competitiva para os seus empreendimentos.

5- O estoque também deve ser repensado

Seu estoque será compartilhado ou cada unidade terá seu próprio local de armazenamento?

Como ficará a logística de entrega dos produtos para os clientes?

Um estoque central reduz custos de locação de galpões, contratação de funcionários e impostos. Mas deixa a logística mais complexa.

Lembre-se também que essa operação irá impactar e muito o seu software de gestão, o ERP, ele está preparado para trabalhar com multi-loja?

Consegue gerenciar reservas nos dois CNPJs? Consegue gerenciar as transferências? Permite que a loja venda a mercadoria do CD?

Confira: Como um ERP pode ajudar no gerenciamento de sua loja

6- Adote softwares de gestão para automatizar e integrar

A última coisa que você deseja é ter duas empresas independentes, o ideal é  manter matriz e filial gerando dados, documentos e processos de maneira unificada, pois você não pode comprometer a produtividade e os ganhos do seu varejo.

Dessa forma, priorize, junto ao desenho de processos, a adoção de softwares de gestão empresarial para automatizar os processos, melhorar a entrega e distribuição de dados e gerar maior produtividade para suas equipes, otimizando tempo e recursos.

Um grande problema? Existem softwares e SOFTWARES! Escolha uma empresa que seja “especialista e atenda especialmente” (pleonasmo, eu sei) o seu segmento e seu ramo de atividade (exemplo: Varejo de Calçados, Varejo de Móveis, etc.).

Caso contrário, além da implementação ser cara e demorada, você não terá um parceiro que trará novidades para você…

E então, ficou claro que precisa para abrir uma filial? Ficou com alguma dúvida? Escreva para nós através dos comentários e continue acompanhando o nosso blog!

Saiba mais: Como administrar uma rede de lojas de varejo com ajuda da tecnologia

O Nérus é um ERP especialmente desenvolvido para o varejo, por profissionais com grande experiência nessa área. Por isso, é muito completo e tem até versão para áreas específicas, como Móveis e Eletro, Materiais de Construção, Moda e Calçados e Autopeças.

Clique AQUI e saiba mais sobre o Nérus!

Compartilhe