exemplo de controle de estoque

Crise ou a má gestão? Veja um exemplo de controle de estoque mal feito e decida o que leva a isso

Crise ou a má gestão? Veja um exemplo de controle de estoque mal feito e decida o que leva a isso 608 398 Cléber Piçarro

exemplo de controle de estoque

Já falamos aqui muitas vezes que o varejo precisa desesperadamente de gestão. Mas agora vou relatar um caso que aconteceu comigo, vamos lá!

Nesta semana, para variar com muita pressa, tirei alguns minutos para comprar dois pares de sapato.

Precisava (e ainda preciso) de um par de sapatos pretos e outro marrom. Parei meu carro num estacionamento. Sinceramente estou com um pouco de preguiça de entrar em shoppings, em especial quando tenho pressa, e fui parar numa tradicional loja de calçados em minha cidade.

Entrei, e fui rapidamente atendido:

– “Como posso ajudá-lo?”,

perguntou a sorridente vendedora.

– “Gostaria de um sapato preto e um marrom, número 42, ambos de amarrar e macios”,

pedi cordialmente.

– “Senhor, não temos sapatos marrons 42. Vou trazer um preto”

Ora, achei que havia algum erro e pedi que ela me explicasse:

– “Estamos com alguns problemas de ressuprimento em nossa rede e não recebemos os sapatos que pedimos na sexta. Devemos recebê-los em breve, um minuto que vou buscar o preto”,

ela gentilmente tentou continuar com o atendimento.

Agradeci, mas não tinha tempo para ir em outra lojas para comprar apenas um par de sapatos (estou realmente com pressa nos últimos meses).

Resumindo: a loja podia ter vendido dois pares sapatos e não vendeu nenhum.

E este é apenas um exemplo de controle de estoque mal feito! Isso é muito comum no varejo.

Neste post, vamos ver em mais detalhes como se deve fazer a administração de estoque de sapatos (em especial) e a gestão de estoque de lajas em geral.

Tudo isso baseado nesse exemplo de controle de estoque de calçado.

Veja também: Você vende o que compra, ou compra o que vende? Aprenda como planejar um estoque

Exemplo de controle de estoque: uma história que se repete

Na minha cabeça, nesse exemplo de controle de estoque, ficaram várias dúvidas:

  1. Como pode uma rede de porte significativo ficar sem sapatos marrons?
  2. Quem está gerenciando o mix e o estoque destas lojas?
  3. Qual o prejuízo que isso causou para o ponto e para a Rede?

Essas e outras perguntas me angustiaram ao sair da loja. Trabalhando na EAC, uma especialista no assunto, essas perguntas chegam a nós diariamente e são respondidas com velocidade.

O sistema para sapatarias cuida para que a grade esteja sempre gerenciada. O gerente de compras e o gerente da loja recebem via e-mail ou SMS os diversos alertas do sistema. Além disso, ainda têm à sua disposição vários relatórios específicos para gerenciar grades de cor e tamanho.

Sabemos a margem de contribuição de cada produto e de cada loja. Sabemos o quanto deixar de vender afeta o resultado geral da empresa, mesmo em pequenas quantidades, que somadas se tornam grandes.

O varejo tem que ser gerenciado pelos detalhes. É por isso que um software para loja de calçados faz toda a diferença!

O que pode ser feito para automatizar o processo de gestão de estoque de lojas?

Mais do que o monitoramento humano, que sem dúvida é essencial, sempre nos preocupamos em oferecer rotinas automatizadas de ressuprimento, cálculo de margem, mensagens automatizadas para os gestores informando sobre quebra de estoque, etc.

Sabemos que a boa gestão é a chave para o sucesso, mas também acreditamos que quanto mais automatismo e avisos oferecermos aos gestores, mais resultados traremos a nossos clientes.

Em outras palavras, boas pessoas, bons processos e bons sistemas (ferramentas): receita clássica para uma boa gerência.

Crise ou Má Gestão?

Não tenho como avaliar as pessoas por trás daquela rede de lojas. Mas tenho certeza que eles  não possuem bons processos e bons sistemas. Caso contrário, essa situação não teria ocorrido comigo na loja.

E um software para loja de calçados os ajudaria bastante, com certeza! Afinal, eles são criados especificamente para a administração de estoques de calcados.

Pior de tudo, pior do que uma crise ou uma má gestão, são as duas coisas ao mesmo tempo.

Temos reforçado a nossos clientes e aos nossos potenciais clientes que este é o momento de se concentrarem nos aspectos que estão mais ao seu alcance. Seus processos e seus sistemas.

Este exemplo de controle de estoque falho é apenas um dos sintomas.

Tudo que puder fazer para melhorar seu giro, diminuir sua quebra, reduzir seu custo lhe dará fôlego para passar pelos dias complicados que estamos vivendo. E, mais importante, lhe dará uma vantagem frente a concorrência quando o mercado melhorar.

Com melhores processos e potencialmente mais margem, terá como investir mais rapidamente quando o mercado virar.

Aproveite o momento e se organize! Sua empresa vai agradecer bem rapidamente.

Quer mais algumas dicas de gestão de estoques de lojas?

Então, confira este vídeo do SEBRAE:

Saiba mais: Você sabe como evitar ruptura de estoque? Confira nossas dicas

O Nérus é um ERP para varejo completo e de custo beneficio excelente. Foi desenvolvido por gente que vivencia essa área. Além disso, conta com versões especializadas em diversas áreas do varejo, inclusive calçados.

Confira: Nérus Moda e Calçados

Compartilhe