Erros empreendedores

5 erros comuns de empreendedores de varejo e como evitá-los

5 erros comuns de empreendedores de varejo e como evitá-los 604 302 Marcos Nannetti

Erros empreendedores

Decidiu enfrentar os desafios do empreendedorismo e abrir um negócio de varejo?

Saiba que não são poucos os empreendedores de varejo que passam por apertos na operação de suas empresas.

Contas que não fecham, saldo no vermelho, pouco ou nenhum capital de giro, desempenho ruim nas vendas.

Muitas vezes, as causas destes problemas residem em pontos que foram esquecidos pelos empresários. Na verdade, alguns erros de empreendedores são bastante comuns.

Como não ter feito um planejamento correto e não saber gerenciar os indicadores, tais como capital de giro e margem de contribuição.

Conheça os erros mais comuns para empreendedores de varejo e descubra como evitá-los!

Leia também: Varejista, não caia em ações judiciais: 7 pontos da Lei sobre E-commerce

5 erros de empreendedores que você deve evitar

Resiliência, garra e vontade de vencer não bastam. Veja alguns erros a evitar pelo empreendedor que quer ter sucesso.

1- Não fazer um plano de negócios

O plano de negócios é o documento que guia as ações de uma empresa. É essencial para definir o público que a empresa irá atender e como irá entregar os benefícios que foram propostos.

Nele, são previstas metas e o que a companhia pretende realizar nos próximos anos.

Muitos empreendedores de varejo, no entanto, não dão a devida importância ao plano de negócios.

Resultado: ficam perdidos e sem saber que rumo dar à sua companhia, administrando de forma pontual e com ações que não são coordenadas.

Não cometa este erro comum de empreendedores. Por isso, não pule esta etapa e reserve um tempo para providenciar o plano de negócios da sua empresa.

Você conhece o modelo de negócios canvas? Então, confira este vídeo da Siteware que explica como fazer um plano de negócios passo a passo:

2- Sofrer com o excesso de otimismo

Outro erro comum de empreendedores a evitar é o excesso de otimismo.

Otimismo na dose certa é bom para os negócios. O perigo é quando esta característica aparece em excesso e o empreendedor de varejo começa a cantar vitória antes do tempo.

Quem tem este perfil se empolga tanto ao fechar alguns contratos que começa a ampliar a equipe e renovar equipamentos antes mesmo de fazer um planejamento financeiro para se certificar que estes movimentos são possíveis.

Por isso, não cometa este erro. Só conte com o dinheiro quando ele estiver na conta e só pense em expansão quando tiver negócios concretos fechados.

Assim, você não corre o risco de um cliente voltar atrás e você ter que arcar com custos que não estava preparado.

Saiba mais: 3 dicas básicas de como fazer a gestão financeira de uma empresa

3- Não saber precificar

Preço baixo nem sempre é sinônimo de finanças empresariais saudáveis. E saber como precificar é um dos maiores desafios do varejo.

Apostar em preços baixos para garantir um lucro maior é uma estratégia que só costuma funcionar com grandes varejistas. Pois é muito dificil ganhar dinheiro com margens apertadas.

Empreendedores experientes sabem que o melhor a fazer é oferecer mais serviços e um melhor atendimento, tudo isso para se diferenciar e não entrar em uma guerra de preços com a concorrência.

Não cometa o erro comum de empreendedores de colocar preços baixos nas suas mercadorias. Assim, você pode deixar sua margem de lucro desprotegida e desvalorizar sua marca.

Confira em nosso blog: Maximize o seu lucro no varejo com uma boa gestão de preços

Tem dúvidas de como ser um bom gestor financeiro? Confira algumas características fundamentais dessa função:

erros comuns de empreendedores

Fonte: Nfe.io

4- Contratar e manter pessoas que não são qualificadas

Gastos com a folha de pagamento podem ser substanciais, principalmente nos primeiros anos de um negócio. No entanto, não cometa o equívoco de contratar profissionais sem levar em consideração a experiência anterior e, principalmente, se eles estão alinhados com a missão, visão e cultura da sua empresa.

Analise a performance da equipe e veja se ela contribui para as vendas, dá sugestões de melhores práticas e presta um bom atendimento para o cliente.

Assim, se algum profissional não fizer isso, considere a possibilidade de substituí-lo. Uma boa equipe aliada a um bom plano de negócio é a receita certa para o sucesso!

5- Não dimensionar o capital de giro

Ao começar uma empresa ou no início das operações dela, muitos empreendedores acham que o valor previsto para investimento inicial basta para manter a companhia no mercado. Mas não é verdade.

Qualquer empresa tem um tempo mínimo para ter o retorno do investimento. Para manter a companhia funcionando, é preciso ter capital de giro suficiente para sustentá-la nos primeiros meses de operação.

Por isso, dimensione o valor necessário, levando em consideração o período que o varejo vai levar para começar a dar lucro, geralmente isso se dá entre um e dois anos.

Com estas dicas, você evita cometer erros comuns de empreendedores e pode operar seu varejo com muito mais sucesso. Você teria outra dica para compartilhar? Ficou com alguma dúvida? Deixe o seu comentário!

Leia mais: Como um software de automação no varejo pode ajudar minha empresa?

Outro erro comum de empreendedores é não investir em tecnologia. Hoje, não há como administrar uma rede de lojas, por exemplo, sem um ERP para varejo.

O Nérus é um ERP para varejo criado por varejistas. Por isso, é completo e conta com tudo que você precisa em seu negócio.

Quer saber mais sobre o varejo? Então, cadastre-se aqui para receber as últimas novidades e ter acesso a cursos de EAD

Compartilhe