Evolução Constante – A Chave do Sucesso

Evolução Constante – A Chave do Sucesso 609 301 Cléber Piçarro
Nessa semana tivemos mais um evento bem interessante na Nérus com o especialista em finanças Lawrance Machado. Ele aborda assuntos muito relevantes sobre gestão financeira. Contudo, mais do que o conteúdo exposto pelo Lawrance, o que mais chamou a atenção foi a abordagem utilizada. Ele foi muito didático e explorou desde aspectos básicos sobre melhoria na gestão financeira de redes de varejo até aspectos bastante elaborados.

Assumo que fiquei um pouco preocupado com a abordagem, pois achei que alguns dos presentes não teriam paciência para os aspectos básicos e outros para os muito elaborados. Estava errado. Havia me esquecido de um aspecto chave: a estratégia de cada um é o ponto mais relevante e todos os empresários e executivos que estavam lá, representavam empresas ativas e principalmente lucrativas. Mas todos possuíam algo em comum: tinham algo a melhorar.

A Evolução constante é a grande chave
A despeito das diferenças de cada empresa, todos queriam melhorar. Esta é a chave do sucesso. E nisso consultores e empresas de software podem ajudar muito. Ao  contratar uma empresa de consultoria, uma empresa de software ou ambos, você está trazendo inovação em termos de processo e eficiência. Os consultores, trazem idéias, inovações, sugestões. Os softwares consolidam isso através de processos automatizados e indicadores.
Isso pode gerar economia, aumento de vendas ou ambos. O ponto chave é não tentar fazer tudo sozinho. Todos ali procuravam isso. Como posso melhorar? O que posso fazer melhor? Onde outros fazem melhor que eu? São questões excepcionais… e se você não tem a resposta dentro da empresa, encontre isso fora junto a consultores que sabem o que fazer e, principalmente, como fazer.
Fazer aos poucos é mais importante do que fazer muito
Várias empresas tentam melhorar muitos processos de uma vez. O importante não é resolver tudo, é continuar a resolver sempre. Sempre haverá o que melhorar. A chave é não parar. Outro aspecto chave é priorizar. Fazer o mais importante primeiro pode trazer o tempo e os recursos (dinheiro) que sua empresa precisa para continuar a melhorar. Aí vai outra dica: se você busca uma solução de software, mesmo que não precise naquele momento, opte pela mais completa.
Obviamente o sistema precisa ser flexível o suficiente para permitir que as melhorias sejam evolutivas, que possam trazer melhorias no momento que forem necessárias. Empresas especializadas como a Nérus já sabem disso e preparam seus sistemas para permitir isso. Você pode começar apenas com o controle de estoque multi-loja e pode chegar até a contabilidade ou outros processos mais elaborados quando precisar. Outra dica: consultores podem ser muito úteis para decidir por onde começar ou o que fazer em cada fase da empresa.
O foco continua sendo a estratégia
Friso isso constantemente, existe uma responsabilidade muito maior para a direção e para o proprietário da rede de varejo. A estratégia do negócio. Com quem você está concorrendo, como estão os seus pontos de venda, como está a sua equipe de vendas, a logística, etc.
Manter o negócio integrado e equilibrado é essencial. Coloque um bom software para gerir seu varejo e contrate consultores para ajudá-lo. Seu negócio vai agradecer.
Dúvidas? Sugestões? Assistiu nossa palestra ou deseja sugerir algum tema? Deixe nos comentários!
Compartilhe