loja omnichannel

TUDO sobre e-mail marketing para e-commerce: benefícios, como implementar e principais métricas

TUDO sobre e-mail marketing para e-commerce: benefícios, como implementar e principais métricas 1800 900 Higor Brion

Com um ROI de $ 38 a cada $1 investido, o e-mail marketing para e-commerce se tornou uma das estratégias de marketing digital mais valiosas para o setor.

É comum, entretanto, que as equipes de marketing e empreendedores tenham dúvidas sobre como usar esse canal para que suas mensagens não se tornem spam e nem afastem o cliente ao invés de aproximá-lo.

Também é verdade que muita gente ainda não acredita que o e-mail marketing para e-commerce possa trazer tantos bons resultados para o varejo digital

Entretanto, é cada vez mais comum que os números nos mostrem que essa estratégia tem grande impacto na conversão de leads em clientes. Por essa razão, a seguir, listamos alguns dos motivos de porque você deveria incluir o e-mail marketing em seu planejamento estratégico, imediatamente!

Além disso, você também verá neste artigo:

  • dicas para obter uma lista qualificada de e-mails;
  • sugestões de como o e-mail marketing pode ser usado;
  • quais métricas podem ser analisadas para identificar qual o tamanho do sucesso da estratégia.

Vamos começar!

Benefícios do uso do e-mail marketing para e-commerce

Melhor relacionamento com os clientes

Trabalhar o relacionamento com os consumidores é imprescindível para qualquer marca. Com o e-mail marketing não só uma relação mais próxima é viabilizada, como também o estabelecimento de uma base sólida de contatos com potencial de fidelidade é gerada.

Neste ponto, abordagens personalizadas e que se distanciam de um teor automatizado podem ser significativas.

Para que isso realmente ocorra de maneira satisfatória sua empresa precisará do apoio de uma ferramenta como o software de automação de marketing digital. Ela permite criar fluxos de e-mail marketing personalizados de acordo com os interesses do lead e com o comportamento dele no site e nos demais materiais enviados por sua empresa.

Nessa etapa é importante que você domine conceitos sobre o Inbound Marketing para e-commerce. Acesse o artigo; O que é funil de vendas e como usar as 3 fases da jornada do cliente no varejo digital?”. 

Redução de abandono do carrinho

A taxa de abandono do carrinho é de 82%, ou seja em cada 10 carrinhos montados, mais de 8 são abandonados. Imagina se você pudesse converter pelo menos uma parte desse número.

O abandono de carrinho é um problema comum enfrentado pelas empresas que atuam com e-commerce e pode ocorrer por questões variadas, logo, não é sempre que isso significa de fato a desistência da compra.

Por intermédio do e-mail marketing para e-commerce e conforme será apresentado ao longo do texto, há possibilidade de aplicar soluções inteligentes, como notificar o usuário do abandono do carrinho e dar a possibilidade de retorno, oferecendo vantagens e criando lanços mais profundos. 

Canal flexível

De acordo com o tipo de posicionamento adotado pela empresa, o que envolve também sua identidade visual e audiência, os e-mails marketing para e-commerce podem ser compostos pelos mais diversos elementos como:

  • gifs;
  • listas;
  • imagens;
  • e, claro, texto.

Papel importante para o pós-venda

Naturalmente, após a concretização de um negócio a relação da empresa com o cliente pode ser encerrada, porém, com o e-mail marketing para e-commerce é possível trabalhá-la em prol da fidelização de clientes.

Por exemplo, um cliente que adquiriu brindes corporativos, como pasta personalizada com bolsa, pode receber posteriormente um e-mail perguntando sobre o produto e ao longo do tempo ser atualizado sobre novidades e demais materiais que podem ser relevantes de acordo com o perfil da empresa.

Possibilidade de segmentação

Há alguns modelos de campanhas que são abertos, como no caso de postagens em redes sociais, porém, um dos motivos para apostar no e-mail marketing para e-commerce é a possibilidade de apostar de uma maneira mais precisa na segmentação.

Falamos rapidamente sobre isso no item um dessa lista, mas é importante reforçar que a segmentação é a chave para fisgar o cliente. Por isso aposte em ferramentas que facilitam esse trabalho para você e sua equipe.

Dessa forma, é possível se comunicar de uma forma mais vantajosa com os diferentes perfis de clientes atendidos, o que pode gerar resultados ainda mais satisfatórios.

Leia também: Como um software de automação no varejo pode ajudar minha empresa?

Dicas para obter uma lista qualificada de e-mails

O primeiro passo de uma estratégia de e-mail marketing para e-commerce ou para qualquer outra empresa é criar uma (ou várias) formas de captar leads.

Inicie a estruturação de uma lista de qualidade. Para isso é preciso investir na implantação de um espaço específico para a obtenção desse e outros dados, ou seja, um formulário para o preenchimento de informações como:

  • nome;
  • e-mail;
  • telefone.

Esses formulários podem estar presentes em landing pages, em pop-ups de saída do site e em conteúdos espalhados pelo blog.

Você pode estimular seu cliente a se cadastrar oferecendo vantagens como recebimento de:

  • e-books;
  • novidades da empresa;
  • descontos, entre outras possibilidades.

Há necessidade de considerar que os consumidores prezam cada vez mais pela praticidade e, por esse motivo, o cadastro deve ser o mais simples possível.

Nesse sentido, o que deve ser principalmente evitado é o excesso de perguntas, em especial pela possibilidade de causar cansaço e, consequentemente, desistência do cliente em potencial.

Pode-se dizer que um dos principais erros ao se tratar do e-mail marketing para e-commerce é a aquisição de uma lista. Afinal, são endereços que não selecionaram a empresa, mais precisamente, não concederam a abertura para uma comunicação mais direta.

Portanto, as chances das mensagens serem negligenciadas e de ocorrer o cancelamento das mensagens são altas. Por essa razão, é indispensável seguir os passos adequados para a construção de uma lista realmente qualificada.

Já no que diz respeito a segmentação de clientes citada anteriormente, há possibilidade de realizar de várias formas, com base em fatores como:

  • ocupação;
  • compras anteriores;
  • região;
  • faixa etária.

A partir desses aspectos, é possível direcionar os conteúdos com maior cautela e, consequentemente, potencializar os resultados da empresa.

Como o e-mail marketing para e-commerce pode ser usado?

Conforme citado, há uma série de finalidades que podem ser adotadas através do e-mail marketing e cabe aos profissionais responsáveis analisar quais são as alternativas mais compatíveis com o posicionamento da empresa e seus objetivos.

Entretanto, alguns passos podem ser seguidos para ampliar a chance de sucesso.

1.Invista em conteúdo relevante

É muito comum que e-mails tenham conteúdos relacionados a concretização da compra ou cadastro. Além dessas alternativas, o e-mail marketing pode entrar em ação nas seguintes ocasiões:

  • emissão de cupons de desconto;
  • e-mail de abandono de carrinho;
  • divulgação de outros canais;
  • promoções rápidas;
  • dicas de como usar o produto ou serviço;
  • informações relevantes sobre assuntos relacionados ao segmento do negócio, mas que não sejam voltados para a divulgação do mesmo e mais.

O importante é que você torne seu conteúdo relevante para que os leads continuem tendo interesse em abrir o e-mail, ler o clicar.

3. Considere a etapa da jornada de compra do cliente

Pode-se perceber que o e-mail marketing para e-commerce pode ser utilizado em diferentes momentos da jornada de compra e até mesmo para consumidores antigos. 

No caso dos cupons de desconto, pode ser uma grande oportunidade para converter leads ou até mesmo para estimular uma nova compra por pessoas que já são clientes.

Isso se deve ao fato de que os leads são consumidores em potencial que demonstram interesse pela marca em algum momento.

Por exemplo, ao procurar por itens personalizados, um usuário preenche o formulário de uma empresa da área para obter um e-book a respeito de como escolher qual item personalizar para cada ocasião, como presentes de aniversário, brindes corporativos, entre outras possibilidades.

Ao surgir uma promoção ou até mesmo um cupom de desconto, como de caneca brinde personalizada, o cliente em potencial pode receber um e-mail incentivando a compra. 

3. Fique atento à oportunidades de contato

Conforme citado anteriormente, o abandono de carrinho pode acontecer por diversos motivos, como por falha do site, troca de preferência ou até mesmo desistência. 

Nesse caso, a marca pode se posicionar de formas variadas no e-mail marketing, como:

  • perguntar o motivo do abandono;
  • disponibilizar um desconto para a concretização da compra;
  • reforçar os benefícios do serviço ou produto.

A marca pode ir além das alternativas apresentadas e buscar a reativação de consumidores. Por exemplo, no setor de construção, um consumidor que já adquiriu um andaime de ferro poderia receber conteúdos com sugestões.

4. Divulgue outros canais de comunicação

Esse meio também pode ser favorável para divulgação de outros canais, como para notificar a respeito de novos conteúdos no blog e novidades.

5. Crie um cronograma de publicações

Por se tratar de um modo de comunicação mais direto, o e-mail marketing para e-commerce pode ser ideal para notificar promoções durante um período mais curto ou até mesmo a respeito da sazonalidade de determinados itens.

Lembre-se de datas comemorativas, aniversário do cliente, datas importantes para o comércio e mais!

Quais métricas podem ser analisadas?

Naturalmente, quando uma empresa adota qualquer tipo de estratégia de marketing há a necessidade de mensurar os resultados para que sua performance seja controlada de forma adequada, principalmente para atender os ajustes necessários.

Nesse cenário, listamos a seguir algumas métricas das ações de e-mail marketing para e-commerce que podem ser acompanhas.

Clickthrough Rate (CTR)

A CTR diz respeito às taxas de cliques associadas a quantidade de e-mails enviados.

Variações podem existir de acordo com os métodos de preferência dos profissionais ou mais compatíveis com a empresa.

Todavia, o mais comum é que o cálculo dessa taxa corresponda a divisão do total de cliques pela quantia de e-mails disparados.

Por exemplo, se uma empresa de autopeças, que comercializa diversos itens, entre eles acessórios como chaveiros mosquetão deseja avaliar o interesse da audiência, essa é uma das alternativas de métrica a ser avaliada.

Bounce Rate

Quando se fala em bounce rate, trata-se da taxa de rejeição, o que se refere às mensagens que não foram recebidas, o que pode ocorrer por diversas razões, como e-mails incorretos ou problemas no servidor.

A taxa de rejeição pode ser hard, que corresponde ao endereço incorreto, ou soft, que está associada a diferentes problemas nas caixas de entrada.

É de grande importância que o acompanhamento seja diário e em alguns pontos pode ser necessário fazer alterações na base de contatos, principalmente, quando os resultados do e-mail marketing para e-commerce não são mais efetivos.

E-mail Sharing

Também chamado de fowarding rate, o e-mail sharing representa a taxa de cliques em prol do compartilhamento em redes sociais ou até mesmo outras finalidades.

Por exemplo, um conteúdo enviado por um hotel de gato para um cliente em potencial pode ser enriquecedor ao ponto das pessoas encaminharem a conhecidos ou compartilhar em uma rede social.

Dessa forma, é possível perceber o potencial do e-mail marketing para diversos segmentos. Todavia, há necessidade de dar ênfase no fato de que um bom planejamento deve ser sempre aplicado.

No decorrer da análise dos resultados, ajustes devem ocorrer de acordo com os objetivos estabelecidos para o e-commerce para que melhorias constantes sejam garantidas.

Como você deve imaginar, existem outras estratégias que devem ser desenvolvidas em conjunto com o e-mail marketing para e-commerce. Para saber quais indicamos que você continue sua pesquisa no artigo; “Especialistas mostram como fazer marketing digital para loja virtual“. 

E-mail marketing para e-commerce como facilitador da gestão do varejo digital

A gestão de um e-commerce pode ser bastante complexa tanto para pequenos quando para médios e grandes empreendedores, entretanto, assim como o e-mail marketing é um facilitador do relacionamento da sua empresa com seus potenciais e atuais clientes, é possível encontrar outras estratégias e ferramentas que vão ajudar você a alcançar o sucesso.

O sucesso de um e-commerce depende de mutas áreas entre elas o marketing. Entretanto, a gestão de uma loja virtual vai muito além.

O Nérus O2 é uma plataforma de integração omnichannel que funciona como hub de integração de marketplace, hub de e-commerce e integrador de ERP.

Isso quer dizer que em uma única plataforma você poderá gerenciar sua loja física, sua loja virtual e todos os pontos de venda em marketplace.

Você vai poder gerenciar seu estoque físico e virtual de forma integrada, suas vendas omnichannel, atualizar produtos uma única vez e mais. Tudo isso em apenas um software! Isso sim é facilitador de gestão!

→ Conheça o Nérus O2 ←

Leia também: Por que investir em Marketing de Conteúdo para sua loja virtual?

Leia também: Como a Internet das Coisas pode influenciar no e-commerce

Leia também: A importância do Marketing de Relacionamento para e-commerce

 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Compartilhe

Higor Brion

Higor Brion é Coordenador de Marketing na Nérus

Todo o conteúdo de Higor Brion